4 de agosto de 2007

Paris eu te amo



coletânea de Curtas românticos de cinco minutos cada ( de vários diretores consagrados)que tem como pano de fundo Paris.
Essa passagem que postei é do Diretor Gus Von Sant. E juro que pra quem entender... vale e mto a pena só pela sutileza da cena.

A legenda está em inglês, mas quem souber o idioma vai se dar bem.

O filme está em cartaz no Rio de Janeiro, e eu estou afim de vê-lo amanhã ! ( Ou no Centro ou em Ipanema.)
Quem tiver afim de ir me dah um toque.

Bjaux .
Angel.

31 de julho de 2007

Por Mahmoud & Ayaz - Memorial Adress

Dois anos e 12 dias atrasado, viajando pelos blogs de amigos meus do mundo todo, encontro um fato que me chocou, tirou o sono, perturbou e acabou completamente comigo e minha noite tranqüila, me encheu o peito de revolta e uma dor que só Deus sabe que nós homossexuais sentimos.

Hoje dedicarei esse post para Mahmoud (18) e Ayaz(16), os dois adolescentes gays executados no dia 19 de julho de 2005 (leu certo 2006) por causa do regime Iraniano. O Iran é um dos 8 países do mundo (os mais filhas da puta se permitem me dizer) que mantém em sua legislação a PENA DE MORTE para Homossexuais.

O que eu acho mais do que perturbador nesta foto é a face dos rapazes em lágrimas e confusos, enquanto um idiota na parte de trás está segurando uma câmera e fotografando isso como se fosse digno. Não é a toa que aquela terra vive explodindo em guerras ... onde está o amor ?


Ainda é incrível as coisas que acontecem nesses nossos tempos modernos, e as almas hediondas e diabólicas que vivem neste planeta. O que se vê nessa foto? O que se sente quando vemos que não há mãe chorando por eles, não há ninguém tentando impedir... Eles não foram executados dentro de um quartel como o SADAM, mas em praça pública !!

Que ironia ... A rede Globo mostrou o PAN ontem... E hoje no jornal das 13:00 mostrou os cristãos que o Papa Bento XVI pediu pros “mesmos iranianos” libertarem ( pq os voluntários cristãos foram ajudar as pessoas nas guerrilhas do país e um grupo terrorista catou o povo)... ISSO A Globo mostra... mas pq será que eu, e muita gente (e olha que eu assisto Telejornal como um viciado) não ficamos sabendo desse absurdo? Pq será que a ONU não se mobilizou ? PQ será que ninguém fez nada?Pq o Papa na época o JPII não falou NADA?

Onde estavam os direitos humanos neste dia?

Esses rapazes foram condenados, presos por 14 meses, torturados, humilhados ,execrados, e receberam 228 chibatadas cada um, antes de serem assassinados em praça pública. No dia 19 de julho de 2005 na frente de uma multidão de filhas da putas! Por quê ?


Será que é porque na nossa sociedade moderna é aceitável um homem matar o outro em guerras, ser condecorado por destruir grupos inimigos... mas não é aceitável um homem fazer amor com outro homem ?

O caso atraiu a atenção da mídia internacional (Europeia e Norte-Americana), em dois aspectos, primeiramente por causa da crença de que os rapazes estavam sendo executados por assumir estarem namorando e fazendo sexo. Enquanto nesse momento o poder judiciário iraniano acusava-os de terem estuprado um adolescente de 13 anos (isso pq na época um tinha 15 anos e o outro 17) E porque no Iran mesmo que o menino de 13 anos tenha concordado em fazer sexo com os dois, é considerado estupro alguém dessa idade fazer sexo consensual (concordando). Em suma. Apesar de uma pequena parcela do mundo ter tomado conhecimento disso ( e isso não conta a América Latina ,tampouco a do Sul) Não há mais nada a se fazer a não ser elevar os pensamentos por um mundo melhor. E pela alma desses dois jovens, do qual foi ceifada a vida de uma forma hedionda e sem justificativas.

Alguns alegam que o azar de Ayaz e Mahmoud foi ter nascido no Iran. Mas isso não é justificativa. Nada justificaria esse ato. Hoje, sendo brasileiro, no Rio de Janeiro, a gente sofre homofobia sim... preconceito idem. E a parada Gay que antigamente era um orgulho se tornou um carnaval fora de época, uma pegação desenfreada e sem propósito. Pais homofóbicos levam seus filhos pra verem os “gays passarem” como se fosse uma exibição de cachorros. Ou pôneis. Ou o zoológico. As TVs mostram como se fosse algo fabuloso, mas acho que o propósito se perdeu.

Quando leio que aconteceram coisas como essa, em qualquer lugar do mundo. A tristeza bate, o coração aperta. Essas fotos não são só um retrato do que aconteceu. É um raio-X no cérebro. É uma coisa inominável. E vai ser por isso que vou caminhar esse ano em Setembro. Que se dane os fogos, que se dane o armário, que se dane a homofobia e o governo do Estado.

Marcharei por Ayaz e Mahamoud.... é, se eu for... marcharei por eles.

Bem, estou aberto a conversar sobre isso. Tem horas que a tristeza sobrepuja o ódio e a revolta. Aqui homofobia é crime. Lá eles aplaudem...

Não é átoa que Aquela Terra “Sagrada” não tem a paz de Deus.

Deixo vocês com uma música que não saiu da minha kbeça enquanto escrevia isso...

Claro... da Ayu.

Memorial Address (tradução)

Ayumi Hamasaki

Endereço Memorável

Mesmo que com um mau pressentimento, acabei dormindo durante altas horas da noite
Ainda lembro daquele sonho saudoso que vi
Nessa manhã fria, o silêncio era quebrado
Quando o telefone tocou, tudo voltou a realidade
Restando somente uma ferida que nunca se apaga
Você se tornou uma estrela

Adeus! Irei para um lugar que nós não nos encontraremos
Para que não suportasse a frieza desta separação eterna
Preferia escutar uma mentira vinda de você
Talvez eu tenha sido amado por você
Mesmo que tenha sido uma vez

Pensava que essa tristeza sem fim chegaria ao seu final
A estação do ano mudava e ficava desesperado com quando sentia um frio
Os primeiros dias de verão nunca serão esquecidos
Ao invés disso, este ano o céu começava a chorar
Mas sentia que continuavamos a sonhar
Ainda não posso chorar e não sei se conseguirei

Adeus! Mesmo que minhas últimas palavras não alcancem você
A frieza dessa separação
Mesmo com desgosto, ainda lembrava
Preferia escutar uma mentira vinda de você
Você nunca esqueceu os dias que passamos juntos
Mesmo que tenha sido uma vez

Por que você age assim até as últimas conseqüências?
Deixarei somente minhas lembranças

Adeus! Irei para um lugar que nós não nos encontraremos
Para que não suportasse a frieza desta separação eterna
Preferia escutar uma mentira vinda de você
Talvez eu tenha sido amado por você
Mesmo que tenha sido uma vez

Esta será uma história que continuara nos sonhos
Diga isso enquanto estiver de olhos abertos

____________________________________

L.O.V.E ... E boa semana pessoas!

Lipe.

© Blogger | CREATIVE.DE